quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

O PRODUTECH

Em conjunta com outras instituições e empresas a AIMMAP criou recentemente uma nova associação – a PRODUTECH -, a qual apresentou já um projecto para criação de um Pólo de Competitividade e Tecnologia no âmbito do agregado das empresas produtoras e utilizadoras de tecnologias.

Trata-se de uma muito relevante iniciativa que, como tal, mereceu a atenção do Presidente da Direcção da AIMMAP no editorial da última edição da “TecnoMetal”.

Tendo em consideração a importância desta matéria, transcreve-se neste blogue o referido editorial.

"Inovação

Desde há muito que é para todos evidente que as empresas portuguesas estão obrigadas a desenvolver produtos que sejam susceptíveis de se distinguirem nos mercados globais como sendo de reputada qualidade.
Esse é aliás um dos vectores essenciais da estratégia assumida e delineada pela actual Direcção da AIMMAP.
A grave crise financeira com que actualmente nos confrontamos, ao invés de nos desmoralizar deve sim fazer acentuar a nossa aposta numa produção de qualidade.
Nesse sentido, a inovação dos produtos reveste-se de uma importância primordial.
Temos procurado chamar a atenção dos nossos associados para tal facto, sendo naturalmente muitos os exemplos do nosso trabalho nesse sentido.
Gostaria em todo o caso, nesta oportunidade, de sublinhar uma iniciativa recentemente levada a efeito pela AIMMAP em conjunto com inúmeras empresas e com outras instituições, nomeadamente do sistema científico e tecnológico nacional.
Reporto-me concretamente à constituição da “PRODUTECH – Associação para as Tecnologias de Produção Sustentável”, a qual terá por fim a implementação de iniciativas e estratégias de eficiência colectiva que visem a inovação, a qualificação, a internacionalização e a modernização das empresas produtoras e utilizadoras de tecnologias para a produção.
Essa associação apresentou já um projecto para criação de um Pólo de Competitividade e Tecnologia no âmbito do agregado das empresas produtoras e utilizadoras de tecnologias.
Os seus principais objectivos passam essencialmente pela criação de sinergias entre as empresas e entre estas e as entidades de suporte à respectiva actividade, tais como centros tecnológicos, instituições do sistema científico e tecnológico nacional ou centos de formação.
Neste âmbito, o fomento da inovação nos produtos e nos processos será seguramente a principal meta a atingir.
A AIMMAP está certa da importância deste projecto para as empresas do sector, não só as que produzem tecnologias como também as que destas são apenas utilizadoras.
Convém agora que lancemos mão à obra, contribuindo assim para o desenvolvimento das nossas empresas, neste sector metalúrgico e metalomecânico cada vez mais estruturante no contexto da economia nacional.
António Saraiva
Presidente da Direcção da AIMMAP"

1 comentário:

Filipe Garcia disse...

Peço desculpa por “invadir” o vosso blog que desconhecia, mas achamos interessante – tomamos conhecimento através do Vida Económica.

Gostaria de dar a conhecer o serviço de informação e consultoria em metais da IMF, que julgamos ser único em Portugal. Alguns dos vossos associados são nossos clientes. Disponibilizamos preços de metais, energia e notícias.

A IMF segue os metais LME - cobre, alumínio, zinco, nickel, estanho e chumbo e ainda ferrosos como o aço.

Teremos todo o prazer em demonstrar o serviço a quem nos queira solicitar. É apenas necessário enviar um email para imfporto@imf.pt

Mais informações em http://www.imf.pt/?link=m2_materias